– Agregando valor aos processos de RPA utilizando BPM – ModalGR

– Agregando valor aos processos de RPA utilizando BPM

Agregando valor aos processos de RPA utilizando BPMOs ganhos com RPA são facilmente mensuráveis, porém como esse processo pode gerar mais valor ?

Sendo muito claro, a resposta é: ajustando seus macroprocessos e, uma das maneiras de
realizar essa atividade considerando um elemento evolutivo e construtivo, é a utilização de
BPM- Business Process Management.

Mesmo em universos empresariais de grande porte e alta complexidade, não é comum
encontrar empresas com fluxos de trabalho claramente estruturados e documentados.

O ato de estruturação de processos visa descobrir gaps, gerando pontos de possíveis ganhos,
tanto com correções de erros de execução quanto de pontos de melhoria por oportunidade.
Entendendo o conceito base, fica demonstrado que RPA e BPM tratam de níveis de processos
diferentes.

Enquanto RPA busca solucionar problemas a nível micro, BPM busca a solução a nível macro,
ou seja, esses elementos são complementares na busca de uma solução de governança maior para estruturas empresariais.

Modelo de BPM
Modelo de RPA

 

A criação de soluções empresariais deve extrapolar um visão somente de pequenos processos,
pois sem um entendimento mais amplo é impossível evoluir essa solução para ganhos
financeiros maiores e também de inovações tecnológicas ainda mais disruptivas.

A tentativa de implantação de soluções autônomas para execução de processos pode gerar
resultados bons sem uma melhoria de macroprocessos, porém uma implantação considerando
análises mais profundas no ambiente de trabalho pode mudar a evolução de sua organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *